Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 12.set.2017, Amós 2

Assim diz o SENHOR: Por três transgressões de Israel e por quatro, não retirarei o castigo, porque vendem o justo por dinheiro e o necessitado por um par de sapatos.
[Joel 3.3; 2Reis 18.12; Amós 5.11-12]
Suspirando pelo pó da terra sobre a cabeça dos pobres, eles pervertem o caminho dos mansos; e um homem e seu pai entram à mesma moça, para profanarem o Meu santo nome.
[Amós 5.12; Isaías 10.2; Ezequiel 22.11; Miqueias 2.2]
E se deitam junto a qualquer altar sobre roupas empenhadas e na casa de seus deuses bebem o vinho dos que tinham multado.
[Amós 6.6; Êxodo 22.26-27; Deuteronômio 24.12-17; Juízes 9.27; Isaías 57.7]
Não obstante EU ter destruído o amorreu diante deles, a altura do qual era como a altura dos cedros, e cuja força era como a dos carvalhos; mas destruí o seu fruto por cima e as suas raízes por baixo.
[Malaquias 4.1; Números 13.32-33; 21.23-25; Jó 18.16; Gênesis 15.16]

[676,340]

janeiro 06, 2017


2017 continua o bom combate, a guerra santa!!

[553,190]

Contexto bíblico João 7:

"Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça."

Em 2017, não agiremos diferentes, pois quê, não somente pastores (lideranças eclesiásticas) devem ou podem denunciar, criticar pastores, lideres e dirigentes e igrejas instituições, mas nós, desigrejados, continuaremos no bom combate, militaremos com a Verdade a guerra santa [2Timóteo 4; 1Timóteo 1; 1Coríntios 9; Colossenses 3;1Timóteo 6;1Pedro 5;].

Em 2017, não agiremos diferentes, por que como CRISTO há mais de 2000anos, repreendeu os vendilhões no pátio do templo de Herodes [Mateus 21], criticou veemente as lideranças religiosas em o tempo de Seu ministério terreno [Mateus 23que hoje fazem os lideres, assim também, nós, os que buscamos ser imitadores do SENHOR estaremos denunciando, criticando, expondo com a verdade, todas as mazelas teológicas, os erros e enganos, as crendices, os sofismas, aos argumentos capciosos usados pela Palavra de DEUS para enganar, nos dogmas, nas doutrinas e tradições que as lideranças eclesiásticas usam, criam, articulam, forjam e apregoam em púlpitos das igrejas instituições [Marcos 7; Colossenses 2; Tito 1], pelo desacerto do ecumenismo, pela burla do romano cristianismo, a religião que pertence em comum aos católicos e evangélicos.

Porquanto, costumeiro e conforme a sã doutrina de CRISTO, estaremos denunciando que as lideranças das igrejas instituições não são o centro das atenções, não são intocáveis, jamais deveriam ser autoritários, são presunçosos, donos, proprietários e seus comparsas nas igrejas instituições e como sempre, vamos anunciar, denunciar e criticar suas mentiras religiosas, tais quais e tantas outros:
  • da imposição do medo aos dízimos;
  • de que templos e ceia e púlpitos não são santos;
  • que a cobertura espiritual não passa de enganação;
  • que somente pastores e lideres são sacerdotes;
  • da idiotice de que igrejas instituições são obra de DEUS;
  • da obrigatoriedade de ser membro de alguma igreja instituição (denominação);
  • de que somente se tem comunhão se for membro das igrejas instituições.

  • Sim, continuaremos nesta guerra santa até o pescoço, para que este povo, que se diz de DEUS [Romanos 8], abra aos olhos espirituais e possam ser atingidos pela unção do ESPÍRITO SANTO e buscarem a DEUS em espírito e em verdade [João 4], que tenham em seus corações a promessa que ELE nos fez: a vida eterna [1João 2], e parem com as barganhas das quais somente os lideres religiosos se beneficiam em benesses [1Timóteo 6], benefício, ganho recebido sem muito trabalho ou esforço.



    Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
    Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.

    .

    Nenhum comentário: