Contexto SAGRADAS ESCRITURAS, 12.set.2017, Amós 2

Assim diz o SENHOR: Por três transgressões de Israel e por quatro, não retirarei o castigo, porque vendem o justo por dinheiro e o necessitado por um par de sapatos.
[Joel 3.3; 2Reis 18.12; Amós 5.11-12]
Suspirando pelo pó da terra sobre a cabeça dos pobres, eles pervertem o caminho dos mansos; e um homem e seu pai entram à mesma moça, para profanarem o Meu santo nome.
[Amós 5.12; Isaías 10.2; Ezequiel 22.11; Miqueias 2.2]
E se deitam junto a qualquer altar sobre roupas empenhadas e na casa de seus deuses bebem o vinho dos que tinham multado.
[Amós 6.6; Êxodo 22.26-27; Deuteronômio 24.12-17; Juízes 9.27; Isaías 57.7]
Não obstante EU ter destruído o amorreu diante deles, a altura do qual era como a altura dos cedros, e cuja força era como a dos carvalhos; mas destruí o seu fruto por cima e as suas raízes por baixo.
[Malaquias 4.1; Números 13.32-33; 21.23-25; Jó 18.16; Gênesis 15.16]

[676,340]

dezembro 28, 2010

2011... e o Hoje!!

.
O tempo de Deus não condiz com o nosso, mas, é preciso tão somente buscar entendimento pela unção do Espírito Santo [1João 2.27], para não fazer uso inapropriado de nosso tempo em relação a vontade de Deus, porque se necessita de paciência, para que, depois de haver feito a vontade de Deus, possamos alcançar a promessa [Hebreus 10.36; 1João 2.25]; andando com sabedoria para com os que estão de fora [Colossenses 4.5], remindo o tempo; porquanto os dias são maus [Efésios 5.16].

Cumprem-se, em verdade, as profecias dos últimos dias; os amantes de si mesmos lotam os galpões das chamadas “igrejas”; a cada dia, mais e mais são criados e forjados novos redutos religiosos; milhares de presunçosos estão se intitulando com artimanhas eclesiásticas, homens e mulheres soberbos, blasfemos, e de todas as outras características contidas em 2Timóteo 3, os quais são favorecidos ou tornam-se a si mesmos “apóstolos” ou “bispos” ou “qualquer coisa sobre divindades”. Cegos guiando cegos, pois que, adverte em amor o Senhor Jesus: “Acautelai-vos, que ninguém vos engane”!!

Nossa modesta e humilde Comunidade virtual “Adoradores em Casas”, é apenas uma pequena iniciativa de reunir irmãos em Cristo e transmitir a mensagem de salvação do evangelho de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, sem compromisso com estruturas, tradições, dogmas, denominações, porque temos um Sumo Sacerdote, Jesus Cristo, que se compadece dos que O temem [Salmos 103.13];

Somos apenas um pequenino destacamento do Exército do SENHOR, que vive e trabalha para o avanço do Reino de Deus sobre a Terra;

Entretanto, precisamos sempre olhar para cada um de nós, individualmente, para que a transformação contínua e maravilhosa, pela unção divina, se faça a cada dia, a “todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor” [2Coríntios 3.18].

A cada ano, consideramos os desafios que estamos próximos a enfrentar como nos tem falado o SENHOR, ante uma colheita tão grande como temos sido anunciados, ouvimos a voz, como trombetas, dizendo a que roguemos, “pois, ao Senhor da seara, que mande ceifeiros para a Sua seara” [Mateus 9.38];

Ceifeiros são aqueles que dedicam sua vida e tempo, recursos e talentos, para dar frutos na seara do SENHOR. É preciso pessoas assim, que auxiliem na grande colheita, que humildemente, fazemos;

A seara precisa de despenseiros fieis [1Coríntios 4.2], dispostos a dedicar o tempo em oração, ao trabalho voluntário, ao auxílio com suas dádivas aqueles que mais necessitam, infelizmente, milhares utilizam de seus recursos para contribuir para o enriquecimento de homens fraudulentos e na manutenção de “templos de tijolos” que perecem, na esperança de serem eles, financiadores de obras dos homens, abençoados por Deus; tolo engano!!

Assim, neste tempo que se chama Hoje, tenhamos fé na rica esperança na gloriosa vinda de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo, o qual, ao Seu tempo, se deu a Si mesmo por nós para remir de toda a iniquidade, e purificar para Si um povo Seu especial, zeloso de boas obras [Tito 2.14]...

Precisamos entender preciosamente o ensinamento de Cristo Jesus, e entender que frustradas são nossas provisões futuras, porque, somos advertidos a não nos inquietar, “pois, pelo dia amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal” [Mateus 6].


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.
.
___________

dezembro 26, 2010

Os crentes aguardam o repouso celestial [Isaías 32.18], e você, ainda se preocupa com as bênçãos materiais??!!

.
Temos temor, que, porventura, deixando a promessa de entrar no seu repouso, pareça que alguns ficam para trás na ansiedade das bênçãos desta vida terrena.

Porque também a nós foram pregadas as Boas Novas, como a eles, mas a Palavra da pregação, do evangelho de Cristo e não de homens, nada lhes aproveitou, porquanto não estava misturada com a fé naqueles que a ouviram.

Porque nós, crentes, entramos no repouso, tal como disse: “Assim jurei na minha ira que não entrarão no meu repouso”;

Porque em certo lugar disse assim do dia sétimo: “E repousou Deus de todas as Suas obras no sétimo dia”.

E outra vez neste lugar: “Não entrarão no meu repouso”.

Visto, pois, que resta que alguns entrem nele, e que aqueles a quem primeiro foram pregadas as Boas Novas não entraram por causa da desobediência, determina outra vez certo dia, Hoje, dizendo por Davi, muito tempo depois, como está dito: “Hoje, se ouvirdes a Sua voz, não endureçais os vossos corações”...

... portanto, “resta ainda um repouso para o povo de Deus” [Hebreus 4]!

Porque aquele que entrou no seu repouso, ele próprio repousou de suas obras [Deuteronômio 15.11; Provérbios 29.7; Mateus 25.31-46; 26.11; Lucas 14.13; 2Coríntios 9.9; Gálatas 2.10], como Deus das Suas.

Procuremos, pois, entrar naquele repouso, para que ninguém caia no mesmo exemplo de desobediência;

Porque “a Palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até a divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração” [Hebreus 4].

E não há criatura alguma encoberta diante dEle; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos dAquele com quem temos de tratar.

Visto que temos um grande Sumo Sacerdote, Jesus, Filho de Deus, que penetrou nos céus, retenhamos firme a nossa confissão, não nos respaldando em homens, mas, seguindo o exemplo daqueles que mantiveram firme a pregação do evangelho para salvação, e não daqueles que pregam as promessas materiais que supostamente são firmadas em contribuições nas mãos de homens religiosos e suas “instituições religiosas com nome de igreja”, que em verdade, não são obra de Deus, mas obras humanas!

Porque não temos um sumo sacerdote (ou um pastor, ou bispo, ou seja lá o título que tiver) que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.

Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno, desprezando os ensinamentos dos homens religiosos (os tais, pastores, bispos, e outros títulos eclesiásticos) que vivem do suor do rosto alheio através de dízimos e ofertas alçadas entregues nas chamadas “igrejas”.


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.
.
_____________

dezembro 14, 2010

Então é Natal!! A maioria dos evangélicos comemora o nascimento, mas nós, crentes, anunciamos a morte do Senhor, até que venha!!

.
Testemunhamos, infelizmente, que o pai da mentira [João 8.44], a cada dia mais, está tendo acesso ilimitado aos arraiais religiosos, em especial, aos evangélicos;

É inconcebível que, aqueles a quem se chama de “liderança”, iniciam-se por eles próprios, este anúncio natalino, do nascimento de nosso Senhor e Salvador neste período de dezembro;

Alguns, com supostas boas intenções, dizem que esta “data” traz paz, alegria, amor... mas como??

Pois, somente nesta data, de dezembro, é que a maioria dos homens se transfigura em “bonzinhos”, porque no resto do ano, ninguém se lembra de ninguém, e isto também se apresenta para a maioria dos evangélicos que querem comemorar este tal de Natal, e se apropriarem de símbolos que em nada lembra a fé em Cristo!!!

Portanto, busquemos entendimento ao Espírito Santo e o que nos diz as Sagradas Escrituras:

Nasceu-nos o Menino [Isaías 7.14; 8.6] em carne e osso, porém, Sua missão, mais importante que Seu nascimento (Ele é O mesmo ontem, hoje, eternamente [Hebreus 13])...

... foi a Sua morte, porque “Ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre Ele, e pelas Suas pisaduras fomos sarados” [Isaías 53]...

E, é neste sentido que somos por amor, em fidelidade ao sofrimento de nosso Senhor e Salvador, conforme Sua ordenança, anunciar a Sua morte, até que venha:

- “Porque todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice anunciais a morte do Senhor, até que venha” [Mateus 26.17-30; Marcos 14.12-26; Lucas 22.7-23; 1Coríntios 11.23-29].

Cristo derramou Seu santo e imaculado sangue para nos trazer salvação, paz, como Ele mesmo diz: “Este cálice é o novo testamento no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que beberdes, em memória de mim”.

É, pois, sem dúvida alguma, um equívoco maligno (não preciso alertar sobre o "Natal" ser uma festividade pagã), que vários evangélicos insistem em comemorar esta data de 25 de dezembro, supostamente, como o dia de nascimento do Menino, Filho de Deus, e na insanidade bíblica de dizerem que neste período o amor aflora...

... mas, digo, sinceramente, aflora a hipocrisia, e infelizmente, dos que se dizem ser povo de Deus!!!


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.

____________
.

dezembro 06, 2010

Obras pela fé??!!

.
Que aproveitará o homem se disser que tem fé, e não tiver as obras?

Porventura a fé pode salvá-lo?

E, se um irmão estiver despido, e tiver falta de mantimento cotidiano, e algum de nós lhe disser: "Ide em paz, aquentai, e fartai"; e não lhe der as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí?

Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma, pois que, quem não tem fé, não poderá ter ouvido para ouvir a voz de Cristo que nos chama para as boas obras [“Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me” – Mateus 25.31-46].

Mas alguém ainda pode dizer: “Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras”.

Tu crês que há um só Deus; faz bem. Também os demônios o crêem, e estremecem. Mas, ó homem vão, queres tu saber que a fé sem as obras é morta?

Porventura Abraão não foi justificado pelas obras, quando ofereceu sobre o altar o seu filho Isaque?

Vemos que a fé cooperou com as suas obras, e que pelas obras a fé foi aperfeiçoada.

E cumpriu-se a Escritura, que diz: “E creu Abraão em Deus, e foi-lhe isso imputado como justiça, e foi chamado o amigo de Deus” [Tiago 2].

Vemos, então, que o homem é justificado pelas obras, e não somente pela fé.

E de igual modo Raabe, a meretriz, não foi também justificada pelas obras, quando recolheu os emissários, e os despediu por outro caminho?

Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta...

... mas, obras sem obediência a Deus, obras realizadas deturpando a Palavra de Deus, é o mesmo que ter obras e não ter fé!!!


Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses de Sua Igreja.
.
____________